Grupo 0+

O grupo 0+, mais conhecido por ovo, é uma cadeira auto desenhada para crianças com idade compreendida entre os 0 e os 18 meses.
Este grupo está homologado até aos 13kg.
Um ovo, apenas se pode instalar no sentido contrário da marcha e é o sistema de viagem mais seguro para os nossos filhos. É também o grupo que apresenta um elevado número de erros…

Erros no conceito

Uma elevada percentagem de pais refere-se ao ovo como “Maxi Cosi”.
A Maxi Cosi é uma marca e não um modelo, é uma marca de produtos infantis como a Cybex ou a Britax.
Com o passar do tempo e o desconhecimento generalizado, foi fazendo com que este grupo de retenção ficasse conhecido por “Maxi Cosi”.
É um bocadinho como a Super Cola 3, que é originalmente da Loctite, mas usamos a expressão para todas as marcas com este tipo cola.
Todos sabemos para o que serve a cola, mas será que sabemos para o que serve o ovo?
As respostas podem ser muitas, mas a maioria resume-se a:

  • a 3ª peça de um sistema de viagem,para usar no automóvel até aos 6 meses
  • uma peça que se usa no carrinho quando a alcofa fica pequena
  • Uma peça multiusos para usar no automóvel, carrinho e em casa

Quando um artigo de extrema importância é apelidado de “peça”, a sua função original vai-se adaptar a uma realidade longe dos requisitos inicias de segurança, transformando-a no que o consumidor quer: Leve e fácil de usar

Quando o ovo é nomeado de maneira errada, percebemos e utilizamos de maneira diferente e errada, com consequências, que neste caso, afectam a segurança da criança.

Mau uso no automóvel

  • Existe quem acredite que quando os pés da criança batem no assento, é altura de trocar para uma cadeira auto, normalmente no sentido da marcha, para evitarem lesões nas pernas. Pois bem, não existem casos de lesões graves nas pernas em caso de acidente, em crianças que circulam em contra marcha.
  • Existe quem pense que o grupo 0+ se utiliza até aos 6/7 meses, quando a criança se começa a sentar sozinha, e trocam para o grupo seguinte, expondo a criança a um risco desnecessário.
  • Há quem acredite que se utilizem os ovos até aos 9kg porque o grupo seguinte vai dos 9kg aos 13kg.
  • Existem também pais que utilizam o ovo no lugar do pendura/co-piloto, no sentido contrário à marcha, para puderem ver a criança e a vigiarem de forma mais rigorosa, mas seguindo a mesma linha, quando os transportam no banco traseiro, usam o ovo no sentido da marcha para conseguirem ver a criança pelo espelho retrovisor. Numa simples travagem brusca, as consequências para essas crianças, serão gravíssimas.
Ovo instalado ao contrário

Uso fora do automóvel

O ovo está homologado para proteger em casos de impacto! Por essa razão, a criança é colocada numa posição semi sentada que afecta o sistema respiratório. É a principal razão para os pediatras limitarem o tempo de uso.
Não sendo uma posição ergonómica, é a mais segura em caso de acidente.
Quando a criança não está no automóvel, obrigá-la a estar imobilizada no ovo, pode trazer consequências. Desde uma simples paragem de digestão a uma grave paragem respiratória.
É quase como dizermos a um motociclista para usar o capacete sem estar a andar realmente de mota. Seria agradável? Não acredito!

Em viagens grandes, o bebé até às 6 semanas de vida deve descansar 10 minutos a cada 30/45 minutos de viagem. Após as 6 semanas, esse tempo muda para 10/15 minutos a cada 1:30/2:00 horas. É ainda mais importante para bebés prematuros.

Má eleição na hora da compra

Quando os pais entram na escolha do sistema de passeio, e começam a sua pesquisa por lojas, o que acontece?
As primeiras perguntas costumam ser:
Querem um duo ou um trio?
Quais são essas “peças”? O ovo, o carrinho e a alcofa, se se optar por trio.
A decisão gira em torno da facilidade de manobra, do tamanho, do design, o peso e claro, do preço. Não se entra em grande profundidade no que toca ao ovo e vamos ao mais barato e que encaixe na estrutura do carrinho.
Vemos assim, que uma “peça” fundamental na segurança das crianças, é vendida com base no carrinho de passeio e não o contrário.
Não vemos nenhuma comparação entre marca X com Y ou modelo A com B, apenas que tenha compatibilidade.

A eleição da cadeira auto deve fazer-se com base nos riscos e não no design ou compatibilidade com o sistema de passeio.
Quanto mais tempo passar no automóvel, maior o risco de acidente e, maior a protecção necessária.
É o sistema de viagem que lhes protege a vida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.